terça-feira, 18 de maio de 2010

Sua voz em mim...


Voz doce... quente

Senti seu respirar

Ofegante e trêmulo

Ouvi seu coração gritar

O grito do meu

Seu coração ouviu

E eu tremia tanto

Mais não era de frio...

Sentia o calor do corpo teu

A pele arrepiada

Na sede de beijar

Sua boca molhada...

Na loucura dos amantes

Na ânsia de querer amar

Envolvidos em nossa cama

E com desejo se entregar

Seus sussurros não me sai da cabeça

Meu corpo queima so de lembrar

Ouvindo seus desejos mais ocultos

Respiração lenta e quase sem ar

Nos entregamos na ânsia mais louca

Com prazer tão bem vivido

Ah, meu menino você fez

Vir à tona o que estava escondido

Tu és agora meu sentir

Tornou-se o meu respirar

E tudo o que quero agora

É inevitável... Quero te amar...

Iana....

8 comentários:

Isa disse...

Princesa,lindo!
Como gostei!
Como te vais sentido,minha querida?
Tens selos meus k gostava de ver no teu cantinho.
Beijo.
isa.

Desnuda disse...

Querida amiga,

sempre um texto sentido e feito com tamanho amor e ternura que emociona todos nós. Deixo-lhe o meu abraço mais terno e um carinhoso beijo.

O Encapuçado disse...

Ol´´aááá, saudadinha de so nos vermos d elonge a longe..

O amor é assim, e está dito..beijinho da laura

Pelos caminhos da vida. disse...

Texto emocionante, amor a flor da pele.

Tudo bem com vc amiga?

beijooo.

Daniel Savio disse...

Bonita poesia, que tem um bocado de volupia...

Fique com Deus, menina Iana.
Um abraço.

Unseen Rajasthan disse...

Beautiful words and beautiful post !!Thanks for sharing !!

Auíri Au disse...

O que será que será?
Do amor se um dia acabar?
Que quiprocó vou inventar.
Pra vir aqui e me encantar.

Beijos e boa semana!

poetaeusou . . . disse...

*
fiquei sem respiração . . .
na saudade dos teus posts !!!
,
marés saudáveis,
deixo,
,
*