terça-feira, 23 de novembro de 2010

Presa Entre Letras!



Contemplo-te Rosa
Agora morta marcando
O livro que lhe guarda
Busco-te Rosa
Pétalas secas
vida presa entre letras...

Choro-te Rosa
A mão que ti colheu
Enxuga agora as lágrimas
De sua própria tristeza
Pergunto-te Rosa
Qual tua culpa
Por tanto perfume e beleza...

Por amar te colhi
Como presente te usei
Perdoe-me Rosa
Te sacrifiquei por comparar-te!

(Desconhecido)

Iana Silva!!!

13 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Um poema maravilhoso...muito inpirado por quem o escreveu...mas que diz tanto de tantos sentires.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Ingrid disse...

bela escolha querida Sonhadora..
rosas sempre serão sinonimo de amor e beleza..
beijo.

SAM disse...

Lindo demaissssssss, Iana!


Beijos linda e querida Rosa Iana.

Auíri Au disse...

Não sou uma rosa.
Mas eu entendo.
Os espinhos nem sempre servem só para machucar.
Adorei..
BEijos

tossan® disse...

Poesia Pura! QUE O TEU JARDIM SEJA O MAIS FLORIDO DO MUNDO! Beijo

Olhos de Mel disse...

Querida amiga; que poema mais triste e mais lindo! Infelizmente é quase como a vida real. Momentos em que a vida nos sorrir, outros que não é bem assim. Mas temos que ter forças pra não nos deixarmos levar.
Fique bem, viu? Deus lhe permita uma felicidade imensa!
Boa semana! Beijos

C Valente disse...

UMa rosa, uma flor poema com amor
Saudações amigas com um abraço no dia de hoje

Sotnas disse...

Olá Iana, espero que tudo esteja bem contigo!
Invadi seu cantinho, através do blog da Sônia Schamorantz, e após ler seus belos textos postados não resisti e cá estou a deixar um lembrete de minha sorrateira, porém com boas intenções, passagem! Parabéns por tão belo espaço de imagens e poemas. Gostei deveras deste teu cantinho e pretendo voltar, claro que se me for permitido uma nova visita! Desejo pra você e todos ao redor tudo de bom sempre, grande abraço e até outra vez!

sérgio figueiredo disse...

Querida Amiga,
Tento apagar a minha ausência, embora, moderadamente, por enquanto.

Em boa hora o faço...presenteando a minha leitura com um poema carregado de Amor e representado por um Rosa que mesmo quando morta, não deixa de ter a sua beleza, e eternamente se conjugará com o perfume, de quem Ama, e a guarda.
Comparável...não com a tua sensibilidade, tão superior.

bj...nho

Olhos de mel disse...

Oie minha amiga; deixe que o tempo acalme seu coração... Fique bem, viu? Deus lhe permita um amanhecer cheio de esperanças e realizações!
Boa semana! Beijos

Flor ♥ disse...

As vezes nosso coração fica assim, murchinho igual a rosa esquecida dentro do livro... mas isso passa!

Bjs.

Canto de Emoções disse...

"presa entre letras"
quantas vezes ficamos assim...
presas às letras que escrevemos e às que não conseguimos escrever...
subtil mas com grande significado...
bjinho

Daniel Savio disse...

Bonito, mas penso que seja uma lembrança de um amor, de algo que você pode achar e ser melhor...

Fique com Deus, menina Iana.
Um abraço.